Casa da Hera

5/16/2011

Beyond the Casa da Hera Museum, just two places in the world (Paris and New York) have in its collection clothes designed by Charles Worth - the first fashion designer of Haute couture!






"Dia 07 de maio, sábado, o Museu Casa da Hera recebeu alunos do Curso de Especialização em Moda, Cultura de Moda e Arte, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), e do Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda, do Centro de Educação Superior de Juiz de Fora (CES/JF). A visita, organizada pelos professores Afonso Rodrigues (UFJF) e Javer Volpini (CES/JF), teve por objetivo conhecer o Museu e, em especial, parte de sua coleção de indumentária, que conta com peças assinadas por grandes mestres do século XIX, como A. Felix Breveté e Charles Worth, considerado o “pai da alta costura” e dos desfiles de moda com modelos, predileto da imperatriz Eugênia, esposa de Napoleão III. Tem-se notícia que apenas outros dois museus do mundo tenham peças assinadas por este estilista.

A coleção de indumentária da Casa da Hera é constituída por peças muito variadas, que vão desde trajes para passeio, montaria, festas e roupas para dormir, além de acessórios como sapatos, sombrinhas, chapéu e leques. Essa variedade agrega valor à coleção, já que é difícil encontrar reunidas peças que cubram contextos tão diversos. Os trajes têm procedência francesa ou correspondem ao padrão de moda francês das últimas décadas do século XIX e primeiras do século XX, um momento em que, no cenário europeu, Paris era o centro da Alta Costura e ditava os critérios de elegância.

Além da visita mediada pelo Museu – em que os alunos tiveram oportunidade de verem expostas algumas das roupas e sapatos da coleção –, em um momento especial, os alunos fizeram uma visita técnica ao acervo de indumentária para conhecer algumas peças que não são frequentemente abertas ao público. O acesso a essa parte do acervo foi concedido pelo Museu porque as peças têm um valor inestimável para pesquisadores da área e é importante que o contato com elas seja concedido quando observada a relevância da atividade."

Interessou? Faça uma visita também! Mais informações no site ;)



"A Casa da Hera pertenceu a Joaquim José Teixeira Leite (1812-1872), um dos mais importantes comissários de café da região. Por volta de 1840, a casa passou a ser propriedade dos Teixeira Leite e lá passaram a viver Joaquim José e sua esposa, Ana Esméria Pontes França. Ele foi um destacado “capitalista do café” e acumulou grande fortuna. Era filho de Francisco José Teixeira, o primeiro Barão de Itambé, e Francisca Bernardina do Sacramento Leite Ribeiro; teve como irmão o Barão de Vassouras, Francisco José Teixeira Leite. Era bacharel em Direito e um erudito; foi presidente da Câmara de Vassouras por 11 anos e vice-presidente da província do Rio de Janeiro. Seus negócios permitiram que acumulasse grande fortuna. A forma como optou por ser retratado no quadro presente no salão comercial da casa e a variedade e amplitude de temas de sua biblioteca revelam ter sido ele um homem letrado. Ao longo de sua vida, envolveu-se com os projetos para construção da Estrada de Ferro D. Pedro II (futura Central do Brasil) e defendeu a implantação de núcleos de colonos na região de Vassouras."



piano Henri Herz




 

1 comment

  1. Great post. VERY interesting and enjoyed the photos.
    xo
    Sada
    dressologyhq.blogspot.com

    ReplyDelete

Latest Instagrams

© Thereza Rebouças. Design by FCD.