Casa da Hera

May 16, 2011

Beyond the Casa da Hera Museum, just two places in the world (Paris and New York) have in its collection clothes designed by Charles Worth - the first fashion designer of Haute couture!






"Dia 07 de maio, sábado, o Museu Casa da Hera recebeu alunos do Curso de Especialização em Moda, Cultura de Moda e Arte, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), e do Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda, do Centro de Educação Superior de Juiz de Fora (CES/JF). A visita, organizada pelos professores Afonso Rodrigues (UFJF) e Javer Volpini (CES/JF), teve por objetivo conhecer o Museu e, em especial, parte de sua coleção de indumentária, que conta com peças assinadas por grandes mestres do século XIX, como A. Felix Breveté e Charles Worth, considerado o “pai da alta costura” e dos desfiles de moda com modelos, predileto da imperatriz Eugênia, esposa de Napoleão III. Tem-se notícia que apenas outros dois museus do mundo tenham peças assinadas por este estilista.

A coleção de indumentária da Casa da Hera é constituída por peças muito variadas, que vão desde trajes para passeio, montaria, festas e roupas para dormir, além de acessórios como sapatos, sombrinhas, chapéu e leques. Essa variedade agrega valor à coleção, já que é difícil encontrar reunidas peças que cubram contextos tão diversos. Os trajes têm procedência francesa ou correspondem ao padrão de moda francês das últimas décadas do século XIX e primeiras do século XX, um momento em que, no cenário europeu, Paris era o centro da Alta Costura e ditava os critérios de elegância.

Além da visita mediada pelo Museu – em que os alunos tiveram oportunidade de verem expostas algumas das roupas e sapatos da coleção –, em um momento especial, os alunos fizeram uma visita técnica ao acervo de indumentária para conhecer algumas peças que não são frequentemente abertas ao público. O acesso a essa parte do acervo foi concedido pelo Museu porque as peças têm um valor inestimável para pesquisadores da área e é importante que o contato com elas seja concedido quando observada a relevância da atividade."

Interessou? Faça uma visita também! Mais informações no site ;)



"A Casa da Hera pertenceu a Joaquim José Teixeira Leite (1812-1872), um dos mais importantes comissários de café da região. Por volta de 1840, a casa passou a ser propriedade dos Teixeira Leite e lá passaram a viver Joaquim José e sua esposa, Ana Esméria Pontes França. Ele foi um destacado “capitalista do café” e acumulou grande fortuna. Era filho de Francisco José Teixeira, o primeiro Barão de Itambé, e Francisca Bernardina do Sacramento Leite Ribeiro; teve como irmão o Barão de Vassouras, Francisco José Teixeira Leite. Era bacharel em Direito e um erudito; foi presidente da Câmara de Vassouras por 11 anos e vice-presidente da província do Rio de Janeiro. Seus negócios permitiram que acumulasse grande fortuna. A forma como optou por ser retratado no quadro presente no salão comercial da casa e a variedade e amplitude de temas de sua biblioteca revelam ter sido ele um homem letrado. Ao longo de sua vida, envolveu-se com os projetos para construção da Estrada de Ferro D. Pedro II (futura Central do Brasil) e defendeu a implantação de núcleos de colonos na região de Vassouras."



piano Henri Herz




 

1 comment

  1. Great post. VERY interesting and enjoyed the photos.
    xo
    Sada
    dressologyhq.blogspot.com

    ReplyDelete